Banda Titãs volta ao Rio de Janeiro, com Branco Mello, na reta final da turnê 'Encontro'

  • 20/11/2023
(Foto: Reprodução)
Ausente em parte do show por estar recém-operado de tumor na língua, músico é ovacionado na Arena Jockey quando canta 'Cabeça dinossauro' e quando fala da felicidade de estar no palco com os colegas. Branco Mello em apresentação da turnê 'Titãs Encontro', que se encerrará em 31 de dezembro após 47 concorridas apresentações Reprodução / Facebook Titãs ♪ De início, era para ser somente dez apresentações. Contudo, a incessante afluência do público fez com que a turnê do show Titãs encontro – Todos ao mesmo tempo agora ganhasse impulso, a tal ponto que vai sair de 2023 com 47 apresentações feitas em rota que será finalizada em 31 de dezembro no Réveillon de Fortaleza (CE). Rebatizada Titãs encontro – Pra dizer adeus desde o início deste mês de novembro, a turnê atualmente está em cartaz no Rio de Janeiro (RJ), cidade onde estreou em 27 de abril. Na noite de ontem, a banda paulista subiu ao palco da Arena Jockey, para a segunda das três apresentações no local. Em relação à estreia, a novidade é a ausência de Branco Mello em alguns momentos do show. O titã se junta aos integrantes na impactante abertura do espetáculo e no set acústico alocado no meio do roteiro cravejado de hits amealhados pelo grupo em 42 anos de carreira, entre outros momentos. Mas, por recomendação médica, Branco não fica o tempo todo no palco. É que, em outubro, o músico foi diagnosticado com um terceiro tumor na região da boca – este, situado na base inicial da língua – e acaba de passar por uma segunda cirurgia para remover o tumor (a primeira cirurgia foi feita em novembro de 2021 para extirpar tumor situado na laringe). Coube a Arnaldo Antunes justificar para o público a ausência de Branco Mello em alguns números do show – o que fez com que o nome de Branco fosse gritado pela plateia em onda de solidariedade que se ergueu ainda mais forte quando, momentos depois, o próprio Branco externou, com a voz frágil, a felicidade de estar no palco com os companheiros de banda. A ovação se repetiu quando Branco cantou Cabeça dinossauro (Arnaldo Antunes, Branco Mello e Paulo Miklos), música-título do álbum de 1986 que pôs os Titãs no pódio do rock brasileiro em posição confirmada, 37 anos depois, pelo êxito retumbante da turnê de reencontro que ocupa novamente o palco da Arena Jockey nesta segunda-feira, 20 de novembro.

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2023/11/20/banda-titas-volta-ao-rio-de-janeiro-com-branco-mello-na-reta-final-da-turne-encontro.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Alô Ex

Turma do pagode

top2
2. Pátio do posto

Zé Neto e Cristiano

top3
3. Lapada Dela

Grupo Menos É Mais & Matheus Fernandes

top4
4. Mala dos Porta-Mala

Gusttavo Lima, Matheus e Kauan

top5
5. Pega o Guanabara

Wesley Safadão e Alanzin Coreano

Anunciantes